“É nóis” no twitter!

31/05/2009

Esse tal de twitter já estava me enchendo… =P

Logo twitter

Todo blog que visitava via um bannerzinho escrito, siga o blog no twitter, me siga no twitter, não sei o que no twitter… Tudo no twitter! Eis então que resolvo de uma vez por todas criar uma conta no bendito dito cujo.

E para acessar a página desta besta que aqui vos fala é simples, basta clicar AQUI! (@adrianoleal) 😉

O post foi feito apenas para divulgar o novo espaço mesmo.

Abraços, faça já o seu twitter e seja feliz..

Ah, e claro que não podia deixar de escrever a frase cada vez mais conhecida para quem possui twitter: “Sigam-me os bons!”. ‘^^

PS: Como o Cab, do PortalCab, diz em seu perfil: “Não entendo para que diabos serve o tal do Twitter mas mesmo assim uso!“, é bem isso mesmo.

Anúncios

31 de Maio, Dia mundial sem tabaco

31/05/2009

Se existe algo que realmente me encomoda é o tabaco.

Pessoa FumandoOdeio ficar num ponto de ônibus e sentir aquela baforada de fumaça infiltrando-se em meu pulmão, realmente um estupro em forma gasosa como já disse Danilo Gentilli naquele tão famoso vídeo onde ele comenta sobre o cigarro.

O odor é terrível, mas o que mais me impressiona é o fato dos próprios fabricantes deixarem claro que no cigarro há mais de 4,7 mil substâncias tóxicas e as pessoas, mesmo assim, não estarem nem aí… Na verdade estou cagando e andando para o que as pessoas fazem com sua própria saúde, o que me deixa puto da vida é estragarem a nossa, a dos não fumantes… E caralho carambas! Mais de 4,7 mil substâncias tóxicas? Realmente muita coisa! Se pararmos para analisar cada uma, daria uma bela aula de química. oO’

Bem, com tudo isso e em plena madrugada de domingo achei que seria bacana ajudar a divulgar o Dia mundial sem tabaco, que ocorre… Hoje! Dia 31 me maio.

Banner Dia Mundia sem Cigarro

Bebam, empanturrem-se de hamburgueres, aumentem seus níveis de gordura, façam o que quiser com a saúde de vocês, afinal cada um sabe o que é melhor para si mesmo, mas eu disse “sabe o que é melhor para si mesmo“… Então xô baforadas de nicotina!

Valeu e até o próximo post.


O Teatro Mágico

29/05/2009

Antes de mais nada me sinto no dever de explicar a falta de post durante esses dias… A faculdade está exigindo bastante de mim e o trabalho nem se fala, com isso meu tempo livre na madrugada se resume a dormir muito, hoje arrumei um tempinho para fazer alguns trabalhos e postar aqui para vocês… Então vamos lá!

Logo O Teatro MágicoA cada dia que passa a trupe do O Teatro Mágico, chamado também de TM, fica mais conhecida. Mesmo assim achei que seria bacana comentar e divulgar o trabalho dessa galera aqui no blog.

O Teatro Mágico é um projeto criado por Fernando Anitelli, vocalista do grupo ou da trupe, como gostam de ser definidos, onde reúne-se música, poesia, literatura e artes circenses. Tudo em um só espetáculo!

O projeto teve início em 2003, onde artistas de circo e músicos gostaram da idéia de Anitelli, acreditaram e começaram a trabalhar, lutar pela arte livre, independente.

Arte livre, independente?

Explico… A trupe não possui gravadora, os álbuns são feitos por eles mesmos, com apoio de amigos e pessoas que gostaram e entenderam a mensagem que o projeto tenta passar, o que faz reduzir o preço dos CD’s a meros 5 reais, CD’s esses vendidos nos próprios shows, além de camisas, adesivos e até mesmo os 2 DVD’s. Ah, as músicas são disponibilizadas para download no site da própria trupe, tudo de graça, sem burocracia alguma. =P

O Teatro Mágico já é um sucesso faz tempo! Várias coisas chamam a atenção em seus shows, uma delas é o fato de Anitelli e todos os artistas envolvidos sempre estarem caracterizados como palhaços e clown’s. As músicas alternativas fazem uma junção magnífica de vários instrumentos e ritmos diferentes, resultando em trabalhos extraordinários. Os shows são únicos, com malabarismo, trapézio, tecido circense entre muitas outras coisas, incluindo a boa música, é claro.

Fernando Anitelli, vocalista e idealizador do projeto

Fernando Anitelli, vocalista e idealizador do projeto

Eu mesmo já fui em 3 shows deles e pretendo ir em vários outros, sem dúvida!

A trupe possui 2 álbuns. O primeiro chama-se O Teatro Mágico, entrada para raros, que foi lançado para a apresentação do projeto e que abriu as portas para as pessoas conhecerem o trabalho da trupe. Difícil falar qual a melhor música do primeiro álbum, todas são ótimas, mas a considerada música de trabalho, ou pelo menos a mais conhecida chama-se O anjo mais velho.

Lembrando que essa é apenas a mais conhecida, recomendo escutarem Zaluzejo, Ana e o Mar, Camarada D’água, Realejo… Aliás o álbum inteiro!

O 2º álbum chama-se O Teatro Mágico, o 2º ato, as músicas continuam ótimas, também recomendo que ouçam todas e tirem suas próprias conclusões, mas destaco a música Pena.

Há algumas músicas que ainda não sairam em nenhum álbum mas que provavelmente sairão no próximo. Entre elas está Não há de ser nada, ou Brilha onde estiver, como é conhecida por alguns.

“…Tá sem dinheiro pra comprar nosso CD? Pirateia nosso disco! Copia de alguém que tenha ou baixa da internet no nosso site, o importante é todo mundo ter acesso, porque isso é que a arte e a cultura acessível a todos…” (Palavras de Anitelli durante os shows que fui =P)

Enfim, sou fã de carteirinha da trupe. Para quem não conhece recomendo e assino em baixo, quem conhece sabe o qüão bom é o trabalho desses caras.

Lembrando que há quem não goste, mas como dizia não sei quem: “Gosto é igual fiofó, cada um tem o seu”. =D

Abraços e até mais.

PS: Para os que levam tudo ao pé da letra, as palavras de Anitelli no show não são exatamente essas citadas, mas a mensagem é mais ou menos essa. ‘^^


Glub Glub, TV Cultura

23/05/2009

Capa Glub GlubCom mais um post da sessão nostalgia venho falar de outro programa que fez muito sucesso na década de 90, o grandioso Glub Glub, transmitido pela TV Cultura entre 1991 e 1998.

No programa, a história se passava no fundo do mar, onde dois peixinhos e uma “carangueja”, interpretados por Gisela Arantes, Carlos Mariano e Andrea Pozzi, conversavam tratando sempre assuntos que serviam de lição para a criançada.

As animações alternativas de países e estilos diferentes, chamavam muita atenção na época. As próprias animações, muitas vezes tinham como tema principal o assunto abordado pelos peixinhos naquele dia.

O programa além de divertir a galerinha, ainda era educativo deixando as mamães, tranqüilas e sossegadas. Segue o vídeo de abertura para “reacender” nossas memórias.

Ôôô saudade! A TV Cultura sempre teve esse estilo, com programas educativos e marcantes na infância de muita gente, a menos é claro, dos mais velhos, já que a emissora foi fundada em 1969. =P

Ah, olha que bacana, assim como no post da Punky, fiquei curioso em saber como estariam os atores nos dias de hoje, procurei, mas só encontrei a atriz Gisela Arantes que interpretava a peixinha glub. Caso consiga achar os outros dois atores, venho e edito o post.

Gisela Arantes, a pexinha Glub

Gisela Arantes, a peixinha Glub

Espero que tenham gostado, abraços e até a próxima.

PS: Não há como falar em nostalgia sem citar a TV Cultura, é inevitável, muitos clássicos são de lá. Por isso, aguardem um post especial sobre essa emissora. 😉


Piracicamano na moda

21/05/2009

Sempre quis ter criatividade o suficiente para criar vídeos/músicas, colocar na internet, milhões de pessoas acessarem e me reconhecerem por aquilo. Mas não, isso definitivamente não é meu forte! Prefiro ficar com um blog visitado por uma média de 50 pessoas por dia. =P

O vídeo piracicamano mostra a criatividade do Danzão, criador do vídeo, que compôs o rap de Piracicaba. Nele, Danzão encena um piracicabano, falando com todo o forte sotaque do interiorrRR e gírias locais.

O vídeo é uma homenagem ao povo de Piracicaba e eu não consegui ver só uma vez, aliás, fiquei um tempo com a música na cabeça assoviando pra lá e pra cá. ‘^^

A música ficou muito bacana

Danzão trabalha em rádio e se muito não me engano fez jornalismo na faculdade, vocês podem ver outros vídeos dele clicando AQUI.

Curtam o vídeo, a música e até a próxima.

“Cara agora o esquema é diferente…”

PS: o vídeo ja tem um tempo, mas vi pela primeira vez por indicação de um amigo.


Coral Nintendo

17/05/2009

Super NintendoQuem aí não passou bons momentos jogando o eterno super nintendo (sem contar os mais novinhos)? Horas e horas entretendo-se com jogos que fizeram história… Disputas entre amigos e familiares no Mortal Kombat, Top Gear, Ronaldinho Soccer dublado em portunhol português (saque do goleiro, graaande jogada, cartão amarelo…), Mario Kart, entre tantos outros joguinhos que mesmo com gráficos bem inferiores aos de hoje em dia, ainda são completamente jogáveis e as vezes muito mais emocionantes. =P

CD? Hahahahaha… Não, naquela época usávamos fitas caros leitores novinhos acostumados com a nova e alta tecnologia! Tapas e tapas, vários assopros até a maldita fita funcionar. ‘^^

Aaah, como era bom, uma época inesquecível realmente.

Pois bem, uma das coisas que marcou a geração super nes foram as músicas dos jogos, sempre fáceis de memorizar e legais de sair assoviando por aí.

O vídeo está na internet faz um tempo, não me lembro onde ter visto pela primera vez, acredito ter sido no Portal Cab mas não tenho absoluta certeza, enfim…

No vídeo, um coral canta e encena jogos clássicos da nintendo como Super Mario, Tetris, Zelda, Mortal Kombat. Eu particularmente acho o maior barato, o pessoal faz muito bem as musiquinhas.

É isso, espero que tenham gostado, mesmo quem ja tinha visto, valeu e até a próxima.

PS: se muito não me engano, zelda era do nintendinho, mas beleza. =D

Editado: concertando meu PS… Segundo nosso amigo Carlos Gomes, a música do Zelda que eles cantam no vídeo era SIM do Super Nes, Zelda – Link to the past. Valeu pela dica!


Andy Mckee, um dos melhores violonistas do mundo?

15/05/2009

MúsicaPoucas são as pessoas que não gostam de música, aliás, essas são taxadas como anormais caretas. =P

Seja Rock, MPB, Sertanejo, Axé, Funk, Rap, ou o que for! A música nos desperta sentimentos indescritíveis, pelo menos a mim, nos faz muitas vezes esquecer os problemas, o que ajuda e muito já que a vida não é só esse estresse que conhecemos.

Bem, sempre que posso estou “arranhando” meu violão, não que eu seja músico, muito menos toco bem, mas sinto um prazer enorme em fazer com que a junção daqueles simples acordes vire música, ou quase isso. ‘^^

Ok, sem mais lengas lengas. Aposto que a maioria dos visitantes do blog gostam de música, independente do estilo. Mas vocês conhecem alguém que toque violão? Que toque bem? E como Andy Mackee? Hã, nem sabem quem é? Certo, apresento-lhes…

Pra mim Andy Mackee é um dos melhores violonistas do mundo, se não for o melhor. Nascido nos Estados Unidos, Mckee começou a tocar violão com 13 anos depois de ganhar o primeiro violão de seu pai, no início não gostava muito de ir as aulas mas foi incentivado por seu primo e hoje serve como ícone para muitos músicos.

Abaixo, a primeira música que ouvi tocada por ele e a que eu mais gosto, Rylynn. Ah, destaque especial para os movimentos!

Mesmo quem não entende muito, percebe que o cara tem talento e manda muito bem, sem contar a música que é demais. =P

Ah e recomendo também seu CD, Art of Motion, que é muito bom.

Valeu e até mais.

PS: vi o Andy Mckee pela primeira vez através de um amigo, meio distante agora, mas que ainda considero bastante o grande Ander. Valeu Ander!

Aposto como o Sungha Jung do post de estréia, fica tão bom quanto o Mckee.